A Lagoa da Prata, ou Lagoa Azul, como é conhecida pela população local por causa do poço existente, na verdade funcionava como uma barragem para acumulação de água. Está localizada na linha de drenagem natural da encosta com grande área de contribuição a montante. O barramento se encontra parcialmente intacto sendo constituído por alvenaria de pedra-seca, intercalada com núcleos de argila, além de revestimento com argamassa nas paredes internas (Figura 5.45). Esse recurso de impermeabilização, com núcleo de material argiloso, no barramento demonstra conhecimentos de engenharia utilizados até os dias atuais na construção de reservatórios de água.

A barragem possui três metros de espessura total no topo, sendo composta por camadas intercaladas de alvenaria de pedra-seca e núcleo de argila. O ponto central possui 9 metros de altura. A largura total é de 34 metros

Figura 5.45 – Geossítio Lagoa da Prata. Barragem de acumulação de água utilizada nos serviços de mineração na Serra do Veloso. Foto: Rolling Drones Geotecnologias.

Somente as ombreiras da barragem resistiram à ação do tempo e das intempéries. A parte central desabou e podem ser localizados ao longo da calha da drenagem blocos rochosos que faziam parte da estrutura.

 

 

Lagoa Azul

 

Tenha uma visão aérea e panorâmica da Lagoa Azul: